VISÃO

Ser a principal empresa brasileira fornecedora de produtos e serviços para mecanização agrícola, reconhecida pela qualidade e confiabilidade de seus produtos e por seu comprometimento com seus clientes.

MISSÃO

Desenvolver e produzir equipamentos inovadores e serviços que antecipem as necessidades do mercado agrícola, com crescimento sustentável e foco em melhoria contínua, de forma a satisfazer clientes, colaboradores e acionistas.

VALORES

Comprometimento com a satisfação do cliente
Inovação e empreendedorismo
Agilidade com disciplina
Motivação dos colaboradores
Ética acima de tudo
Persistência na obtenção de resultados

 
 
Como Chegar
Mapa Santal
 
Vídeo Institucional
 

HISTÓRIA DA EMPRESA

Santal completa 50 anos de pioneirismo e evolução

Historia

A Santal Equipamentos S/A Comércio e Indústria foi criada em 1960, em Ribeirão Preto (principal região canavieira do País), pelo engenheiro mecânico Luís Antônio Ribeiro Pinto e seu pai, Arnaldo Ribeiro Pinto, que já há alguns anos vinham trabalhando na mecanização das lavouras da usina de açúcar e álcool da família.

A história da Santal foi marcada por pioneirismos e evolução, sempre com desenvolvimento de novos produtos. Ainda na década de 60 iniciou a produção de carregadoras de cana-de-açúcar e desde então é líder de mercado neste segmento, tendo produzido e comercializado mais de 30 mil unidades de diversas versões, sendo que 4 mil atualmente ainda estão em operação. Lançou também nos anos 60 as primeiras plantadoras de cana. O espírito empreendedor da empresa impulsionou o lançamento, ainda nessa década, de uma colhedora de cana inteira extremamente simples e eficiente, que amontoava cinco ruas de cana na mesma esteira (modelo este exposto até hoje no pátio da indústria).

Na década de 70, a Santal dedicou-se a dois lançamentos que vieram revolucionar os conceitos até então vigentes: o da primeira colhedora de cana picada do Brasil , a Santal 115 (mais de 300 unidades vendidas), e dos veículos de transbordo de cana, VT-5 e VT-8, além de uma linha de máquinas rodoviárias montadas sobre tratores nacionais. Já na década de 80, a empresa desenvolveu e lançou uma colhedora de cana crua picada, a Santal Rotor.

Nesse período também lançou novas versões dos veículos de transbordo de cana, a carregadora de cana CPM Master e uma linha de produtos para amendoim composta por arrancador, carreta secadora e transbordo. Teve início também a produção de máquinas forrageiras.

Nos anos 90, o destaque entre os lançamentos foi a colhedora de cana crua picada modelo Amazon. Também foram lançados nesta época: rastelo rotativo para carregadoras de cana, transbordo VT8 e guindastes para uso automotivo.

Em 2004, a Santal entrou em uma nova fase. Lançou a Colhedora Santal com tração em Tandem, sistema exclusivo que reúne as vantagens da esteira e dos pneus, com mais estabilidade e menor compactação do solo, e a Plantadora de Cana Picada, que garante o plantio de qualidade de toletes de cana colhidos mecanicamente com baixo custo e alta produtividade. Plantio de cobertura. Para completar seu sistema de plantio mecanizado, um kit de conversão adaptou a Santal Tandem para a colheita de mudas, fornecendo os toletes de melhor qualidade disponíveis no mercado.

Em 2009 foi lançada a Colhedora Santal Tandem SII (Industrial e Mudas), que além de grande incremento na produção, reduziu significativamente o consumo de combustível.

Em 2011, um novo produto foi lançado, marcando a entrada da Santal no segmento de colhedoras com sistemas de esteiras: a S5010. Para 2012, a empresa planeja lançar ao mercado uma nova plantadora de cana que terá a versatilidade com grande característica.

História da empresa

Atualmente a Santal possui a mais completa e avançada linha de equipamentos para todo o ciclo da cana, do plantio à colheita. É a única empresa 100% brasileira e uma das três em todo o mundo a produzir colhedoras de cana picada de alta produção. Sua capacidade de criar soluções, aliada à integração com a agricultura e com seus clientes, permitiu à empresa enfrentar a total abertura do mercado hoje vigente. Hoje as máquinas Santal operam em mais de 25 países das Américas do Sul e Central, Caribe e África.

A empresa aposta na expansão do setor sucroenergético brasileiro e na crescente mecanização do ciclo da cana para ampliar sua participação no mercado interno e expandir sua presença no exterior. Em 2011, inaugurou uma nova unidade, destinada especificamente para a linha de montagem de colhedoras de cana. Está investindo na modernização do parque fabril da unidade matriz, na reestruturação do setor de pós-vendas e no programa de treinamento para operadores e mecânicos. A empresa conta com aproximadamente 350 funcionários e atende todas as regiões canavieiras do Brasil.